9 de maio de 2007

Conversa de Busão - A situação.

Pai de quarenta e poucos anos e filho de dezessete. O pai começa:

- Sua mãe tá de sacanagem comigo, ela sabe muito bem da minha situação e fica me botando na parede. Você pode falar pra ela que se me colocar no pau é pior pra ela. Se eu for em cana como é que eu vou arranjar dinheiro pra vocês?

- Cê acha que ela vai te botar em cana? A mãe nem é louca.

- Melhor cê falar com ela. Você é mais velho, tem a cabeça mais aberta, sabe como é que tá minha situação.

- Tô ligado, pai, mas cê tem que vê o lado da Priscila também. Esse semestre o diretor não deixou ela fazer prova porque a mensalidade tava atrasada.

- Mas isso não pode! Por quê que sua mãe não me fala essas coisas? Eu vou lá falar com o diretor, converso com ele, ele libera. É contra lei proibir a criança de fazer prova! Agora, sua mãe, fica só pedindo dinheiro e não me conta os problemas. Aquele dinheiro que ela ganhou lá, do seguro desemprego, ela gastou onde? Não podia ter pago a mensalidade da menina?

- Sei lá, pai.

- Ela gasta na rua, sua mãe é cabeça oca. Cê fala pra ela que se ela me botar no pau, já viu...

- Não esquenta a cabeça que ela não vai te botar no pau, não. Mas dá uma colaborada...

- Colaborada? Mas eu não tô ajudando? Eu não te comprei aquela camiseta? Quando eu tenho eu dou, mas, pô, cê vê minha situação...

- Tô ligado, pai, tô ligado.

Nenhum comentário: