20 de agosto de 2007

Conversa de Busão - Matilde Furona

Dois amigos, voltando do trabalho.

- Rapaz, Cê acredita que a Matilde me deu bolo, ontem, de novo?!
- Cê tá brincando!
- Tô falando! A gente tinha marcado de ir no Chamegão, na última hora ele me ligou desmarcando. Falou que tinha que cuidar da sobrinha. Cê acredita num negócio desses?
- É desculpa! A mina é o maior furona mesmo.
- Claro que é! Moram no mesmo quintal as tias, a mãe, o padrasto e as três irmãs. Não tinha ninguém pra cuidar da sobrinha? Tinha que ser ela?
- Larga essa mulher, cara! Ela não tá nem aí pra você.
- Tô ligado. Já larguei! A hora que eu arrumar outra, você vai ver o pé na bunda que ela vai levar.
- Por que você não sai com a Lourdinha da loja de crochê? Ela te dá o maior mole...
- Sei lá, ela até que é bonitinha, mas é muito tagarela. Não para de falar um segundo.
- Aí é ruim de jeito...

Nenhum comentário: