11 de março de 2008

La Mouche

A mosca pairou no ar e tive a nítida impressão de que me encarava. Durou uns dois segundos e então ela sorriu, piscou, levantou vôo, deu um looping e "tchibum!", dentro do meu copo de vodca. Era suicida, a filha da puta.


2 comentários:

LadoZ disse...

Já testemunhei a presença outras "moscacazes".

Angela disse...

Adorei este!