31 de maio de 2008

Conversa de busão – Baba Grossa.

Dois manos no Jardim Pery.

- Cê soube do seu Oliveira?
- Pois é, rapaz, cê viu que coisa? Novo, né?
- Ele tinha uns o quê? Uns 60?
- Acho que nem isso... Cachaça é cruel.
- É... Cê sabe que semana retrasada eu estava tomando umas brejas ali no Totó, e o seu Oliveira estava lá tomando um Dreher com limão, e ele tava se queixando que não estava muito bem, que tava com a baba grossa...
- Ixi, aí é fatal!!! Baba grossa não tem jeito, é cirrose hepática, mano.
- Num durou nem duas semanas.
- É, meu, o esquema é tomar só umas brejas de fim de semana e ficar sussu.
- Dreher é problema. Dreher e 51...
- Pode crer.

Nenhum comentário: