20 de maio de 2008

POST-IT’S POÉTICOS.

Tenho uma porção de amigos poetas: Mauro Cunha, Lisa Lago, Alemão (ex-Rynaldo Papoy), Sergio Oliveira, Alessandra Cavagna, Mário Piva, Ricardo Carlaccio, Carolina Di Paolo, Pedro Rênttero (o homem dos sonetos) e mais um bocado de nomes que certamente lembrarei depois de publicar esse texto.

Esses dias tive uma idéia maluca: reunir todo esse pessoal e promover uma noite de "Post-it’s Poéticos". Seria mais ou menos o seguinte, todo mundo enchendo Post-it’s de versos e emporcalhando o centro da cidade com poemas. Colariam em postes, muros, calçadas, portas, portões, bancas de jornal, postos policiais, enfim, poetariam pelas ruas da cidade. Todos menos eu que tenho pouca afinidade com a arte. Minha função, não menos nobre, seria fornecer bloquinhos e drinks para a turma.

Seria divertido, eu acho.

3 comentários:

Alemão disse...

Valeu, Valdir, suas cartas de suicídio são geniais, como não poderia ser diferente. Eu tenho mais algumas. Abraço.

LadoZ disse...

Beleza, nos postes dividir espaço com profetas, prostitutas e limpadores de carpetes (na verdade não há motivo nenhum de achar qualquer profissão deprimente).

Pedro disse...

Bom,
Gostei da idéia dos bloquinhos!!!