17 de novembro de 2008

Papo de boteco - Barbas longas

Carlão e Tomas tomam cerveja na porta de um boteco. Um mendigo de barbas longas chega e pede:

Mendigo: Antes de mais nada, boa noite...
Carlão e Tomas: Boa noite.
Mendigo: Desculpa atrapalhar o lazer de vocês, mas é que está faltando dois real pra mim comprar um marmitex, vocês me ajudam?.. Cê vocês tiverem sobrando...
Tomas: Ih, parceiro, estamos duros.
Mendigo: Uma moeda já ajuda...
Carlão (irritado) Olha, amizade, a gente não tem, não, viu?.. Passa amanhã.
Mendigo: Já entendi. Deus abençoe vocês e a família toda.
Carlão: Obrigado.

O mendigo vai embora resmungando algo ininteligível.

Carlão: Você vê só? Um cara saudável desse aí, pedindo esmola.
Tomas: O cara é mendigo, pô.
Carlão: Mendigo nada, isso daí é pilantra. Vive de pedir esmola. Se bobear, tem mais saúde que nós dois juntos.
Tomas: Dá onde você tirou essa idéia?
Carlão: Você viu o tamanho da barba? Quantos anos leva pra uma barba ficar daquele tamanho?
Tomas: Sei lá, uns dois anos, três...
Carlão: Então!!! Faz mais de dois anos que esse cara não pisa num hospital.
Toma: Como assim?
Carlão: Raciocina, pô! Qual é a primeira coisa que os caras fazem quando baixa um mendigo no pronto socorro? É pelar a cabeça e raspar a barba. Eles fazem isso já no estacionamento, pra não infestar o hospital de piolho.
Tomas: Tem lógica.
Carlão: Se o cara tá barbudo e cabeludo, pode contar que esse está vendendo saúde. Não bebe, não come torresmo de ontem, não se mete em confusão... É um charlatão da mendicância.
Tomas: Esses caras são todos malucos. Lembra do Profeta da Ladeira Porto Geral? Um mendigo que ficava escrevendo o dia todo e não deixava ninguém ler.
Carlão: Aí quando ele morreu, foram ler o que ele tinha escrito e descobriram páginas e páginas da frase: "muito trabalho e pouca diversão deixam o Jack doidão"... Que nem o Iluminado?
Tomas: Tô falando sério, lembra desse cara? Ele tinha o maior barbão, ficava na dele, rabiscando aqueles papeis... Um dia amanheceu morto.
Carlão: Claro, não ia no médico. Não fazia um check up... O que você queria?
Tomas: É o que eu estou falando, o cara tinha barbão e não vendia saúde. Essa sua dedução tá furada.
Carlão: Furada nada! Quantos anos o Profeta tinha?
Tomas: Sei lá.
Carlão: O cara devia ter uns duzentos anos.
Tomas: Vai saber.
Carlão: Vivendo na flauta do jeito que esses caras vivem, não pagam aluguel, não pagam água, luz, telefone, academia, cartão de crédito... Não se preocupam com nada, consegue tudo de mão beijada. Desse jeito dá pra durar uns duzentos anos, mole, mole.
Tomas: Se é tão bom assim, vira mendigo, então.
Carlão: Dá vontade mesmo. Passar o dia todo bebendo pinga no gargalo e sendo pago pra isso... Pagam em moedinhas, mas pagam.
Tomas: Vai nessa, então.
Carlão: Eu vou mesmo!

Os dois riem, brindam, bebem e se babam.


4 comentários:

P. J. Renteiro. disse...

- Dá uns trocados... olha, vou te ser sincero, não é para comer é para beber uma pinga! Porque se tem uma coisa que eu não gosto é de mentira, posso ser muita coisa, posso ser muita coisa mesmo, mas mentiroso eu não sou!!! - Dou uma moeda para ele... não pela sua sinceridade... mas para tirar aquele cheiro fétido do ar que eu respiro! Fazer o que???
Pedro.

Rynaldo Papoy disse...

Faz sentido. Um mendigo só come restos de comida. E o que deixamos no prato? Os legumes. Por isto eles têm saúde de ferro.

Valdir Di Medori disse...

Mataste a charada. Não tinha pensado nisso. Grande teoria.

Du'Martins disse...

Mas tem um detalhe, tem todo mendigo é mendigo, alguns sao atores vestidos de mendigo.(nada contra os atores heim) Tem senhoria esmolando no farol e vivendo em mansão. Agora uma esmolinha a mais uma esmolinha a menos,no final faz diferença na hora de pagar a conta. heheheh