9 de abril de 2014

Papo de boteco – o grão da mostarda


Os dois tomam cerveja em um boteco de esquina. Um deles come um misto quente no pão murcho. Num dado momento ele pega um tubo de mostarda que está na mesa. O outro repreende?

- Meu, já são onze da noite. Esse negócio deve estar aí na mesa desde as seis da manhã...
- Não tem problema. Mostarda não estraga.
- Pior ainda!  Não confio em alimento que não estraga. Se não é bom pra bactéria, não é bom pra mim.
- Mostarda é um alimento bíblico.
- Ah, vá.
- Não tem a passagem? “e não passará nenhum grão de mostarda sem que deus veja”.
- Você tá querendo me dizer que esse negócio passou pelo controle de qualidade divino?
- Com certeza.
- E o catchup?
- Catchup é americano. Não passou pelo controle de deus mas, passou pelo do Obama. Quase a mesma coisa.
- Tudo isento de bactérias?
- Sem dúvidas.
- Desse jeito, onde nós vamos parar?
- Acho que no próximo boteco que nesse os caras estão se preparando pra lavar nosso pé.
- Podes crer! (grita) Ô, chefia, fecha a nossa e põe na conta dele!


Nenhum comentário: