25 de junho de 2015

A arte de dissecar o tomate - Parte 02

No dia seguinte fui visitar meu amigo no Hospital. A enfermeira alertou:
“Ele está um pouco sonolento por causa da cirurgia, mas você pode entrar...”
“Cirurgia?”
“Ah, sim, tivemos que retirar a vesícula... Nada grave.”

Entrei anunciando:

“Sabe onde está sua vesícula agora?... Na sua cabeça!”

Ele riu e em volta do riso estava sua cara de doente:
“Já vi que o Mestre Shipa ganhou mais um discípulo.”
“Que nada, rapaz... Puta picareta!”
“Não fale assim... É preciso ter a mente aberta pra entender o que ele fala.”
“Aberta e espaçosa porque tudo está dentro da nossa cabeça.”
“Tá vendo, você assimilou o principio do mestre, só precisa aceitar isso dentro de você.”
“ah, vai xaxar!’

Ele riu.

“E aí, gordo, você deve ter emagrecido uns dois quilos agora que tiraram sua vesícula...”
“ Não fala assim... Tô meio deprê com esse negócio, tiraram uma parte de mim sem me consultar.”
“Pra que serve a vesícula?”
“Sei lá, mas se está ali, alguma função deve ter.”
“Se tivesse função os médicos não tiravam. Os caras sabem o que fazem.”
“E o que será de mim sem vesícula?..”
“E o que será da sua vesícula sem você?”
“Pobrezinha... Ela dependia de mim!”
“Mais do que você dela... Acredito...”

E então o gordo entrou numa depressão maior ainda. Como fui eu quem piorou as coisas resolvi ir embora.

Nenhum comentário: